.posts recentes

. O poder das palavras

. A beleza

. Simplesmente nascendo

. o Termo

. A temporalidade da vida

. Sentir

. Recomeço

. Olhos nos olhos

. Os meus amados

. o mar e eu

. Tudo e tudo

. Numa madrugada

. Lágrima

. O meu amor pela vida

. Solidão

. Acabará sempre

. Poemas escritos em prata

. As horas

. A arte nas estrelas

. Poema pequeno

. Desejo

. E tudo o resto

. O que é senão a vida!

. Mais que um segundo

. Desejo

. Nascer e depois viver

. Um poema

. Amo

. O sentido das coisas

. Agnes

. Lágrima

. Amar

. Simplesmente ser

. Posso

. Nascimento

. A maré

. A magia da vida entrelaça...

. Desde pequena

. Porquê?

. Uma fábula moderna

. Anseio

. Eu

. Pinceladas

. Adoro

. Mãe

. Sofia, nome de uma Ana me...

. Cor

. A cor do céu

. Ana

. canções do mar

.arquivos

. Março 2009

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

Quinta-feira, 12 de Março de 2009

O poder das palavras

As palavras fecundadas num coração

Floreiam  o amor

Flor entre flor

Ramo entre ramo!

Sentem o riso e a dor

pintando-os com pinceladas de cores...

que só existem  dentro da gente!

Palavras que

Caminham entre espaços

Alguns... desabitados pelas pessoas…

Até por almas!

Palavras que não conseguem nascer palavras…

Por isso as mostramos por gestos… intenções!

 

        As palavras são tão complexas!

        Podem tocar tanto os sentimentos!

               Magoar ou fazer amar!

 

É preciso conceber palavras doces para corações fracos!

E é preciso formar palavras simples para corações normais!

 


publicado por cancioneiro às 20:35

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds